Reduçãop no consumo de energia por meio da modernização

Postado por Maykel Liotto, 24-05-2017 - 06:20

Redução do Consumo de Energia

A indústria tem buscado cada vez mais alternativas para se manter competitiva no mercado frente ao atual cenário econômico. Modernizar processos para reduzir o consumo de energia elétrica é a saída que muitas delas têm encontrado. Entre as principais ações para otimizar o consumo de energia em sua planta industrial estão:

 

1- Substituição de motores antigos por modelos de alta eficiência. 

O setor industrial brasileiro consome cerca de 40% da energia elétrica do país e 70% da energia utilizada na indústria é consumida por motores elétricos.

Como iniciativa para redução do consumo de energia, em 2009 entrou em vigor a portaria nº 553 que estabelece níveis mínimos de rendimentos para máquinas e equipamentos. Para motores elétricos o nível mínimo de rendimento é o IR2 (Índice de Rendimento 02). Desta forma, fabricantes de máquinas e consumidores finais devem utilizar produtos que atendam, ao menos, a este nível de rendimento.

Em complemento à lei, em 2013 foi revisada a Norma NBR 17094-1 que especifica valores mínimos de rendimento para duas classes de produtos: IR2 e IR3. Porém, apesar de positiva, as exigências não abrangem os equipamentos já instalados e sem previsão de substituição. Associado ao fato do parque industrial nacional ter em média 17 anos (fonte ABRAMAN), a modernização de sistemas industriais permite até 60% de redução de consumo com ações de rápida implementação.

2- Correto dimensionamento dos motores elétricos.

Quando o motor é dimensionado de forma correta, ele pode evitar o desperdício de energia elétrica. Certifique-se de que os equipamentos, principalmente os que operam por muitas horas em sua indústria, estejam corretamente dimensionados.

3- Automação dos processos. 

Dentro do universo de segmentos e aplicações industriais, existem situações em que a demanda de utilização de um motor elétrico varia conforme a necessidade do equipamento ou processo. Nestes casos, a adoção de medidas de controle e automação pode representar reduções significativas no consumo de energia elétrica.

Um bom exemplo é o uso de inversores de frequência para controle de velocidade em motores elétricos. Dependendo das oportunidades, seu uso proporciona economias de até 80% de energia elétrica.